A cirurgia na doença de Crohn

Tempo de leitura: 1 minuto

cirurgiaDesde dezembro/2012 passei a sentir sintomas diferentes, como barulhos “estranhos” e inchaço no abdomen. A princípio tentei tratar com simeticona, mas não adiantou. Dependendo do que eu comia, dores absurdas em forma de cólicas começaram a aparecer. Em março/2013 fui, enfim, fazer um exame: a enterografia por RM.

O resultado do exame, que eu comentarei adiante, saiu cerca de uma semana depois.

O exame, realizado em um dos melhores laboratórios do Rio de Janeiro indicou que “houve acentuação do espessamento parietal comprometendo o íleo”. Além disso, indicou que “a espessura pariental atinge 1,2 cm e alças dilatadas atingem em até 5,1 cm de calibre”. O laudo médico concluiu informando que houve “acentuação do comprometimento fibroestenosante da doença de Crohn, observando-se padrão de suboclusão intestinal com mais áreas segmentares com mais espessamento e maior redução do calibre associadas a dilatação a montante”.

Pois bem, isso tudo quer dizer que eu tenho uma suboclusão intestinal e terei que realizar uma cirurgia (Enterectomia Videolaparoscopica).

Essa cirurgia visa a retirada da parte doente do meu intestino delgado (íleo) – que deve ser algo em torno de 30 cm. Vou fazê-la no dia 27 de maio de 2013 e estou bastante confiante no resultado e no pós-operatório.

Pretendo escrever aqui durante todo o processo (pré e pós-cirúrgico) para manter vocês, queridos leitores, informados e também para demonstrar que a cirurgia na doença de Crohn é um processo que a grande maioria dos portadores terá que passar e não um bicho de sete cabeças.

 
  • Kamilla Sabino

    Ola Thiago! Quando descobri que tinha Crohn tambem tinha espessamento parietal do íleo terminal com dilatação a montante. Tentei tratar por um período, mas antes de tentarmos nova medicação ocorreu alem da suboclusao, perfuração e fistula para o próprio intestino. Tive que fazer uma cirurgia de urgência, tirei cerca de 24 cm do intestino. No meu caso foi uma cirurgia aberta, já que tinha infecção na cavidade abdominal. A cirurgia deu super certo, nao houve necessidade de ileostomia. Hoje nao tenho mais aquelas dores horríveis que so os portadores de Crohn sabem como sao. Tenho certeza que sua cirurgia sera um sucesso, já que eh eletiva e nao ha complicações. O pós operatório sera melhor ainda já que eh uma cirurgia por video. Continue assim confiante porque essa eh apenas uma fase necessária para uma melhor qualidade de vida.

    • Oi Kamilla!!
      Os médicos me falaram que eu posso ter complicações se não operar agora. Felizmente, descobri a tempo de poder operar por vídeo. 🙂
      Obrigado pelo comentário e pelo apoio.
      Beijos.

  • Olá Tiago! Espero que dê tudo certo com a sua cirurgia. Boa sorte! Você sabia que existe uma outra maneira de tratar a doença de Crohn e colite ulcerativa? O melhor modo é fazendo a dieta do carboidrato específico (DICE). Nessa dieta as pessoas não podem comer carboidratos – ou seja, nada de grãos e derivados como farinha, nada de açúcar, batata, mandioca etc). Os detalhes dessa dieta estão no livro Como Romper o Círculo Vicioso do seu Intestino: Dieta para um Intestino Saudável. A autora colocou sua filha nessa dieta por 8 anos e a menina ficou curada da sua colite! Vale a pena ler o livro para entender como o intestino inflamado funciona (ou melhor, não funciona!) e fazer a dieta. Essa dieta ajuda em qualquer estágio da doença. Você pode tentar também! Veja a página da dieta no facebook: https://www.facebook.com/DICEdieta

    • Olá! Não conheço essa dieta, mas vou pesquisar o assunto. Obrigado.

  • adriana

    boa tarde thiago , continue confiante hoje tenho croh e estou comesando meu tratamento , mas a 5 anos atras tive diverticulite e operei , retirei 30 cm do intestino fiquei bem por um tempo e hoje tenho crohn , eu preferia fazer a cirurgia pois tenho receio quanto aos medicamentos e suas reações. sua cirurgia será um sucesso fika com Deus.

  • EMERSON RAMALHO

    EU TENHO CROHN DESCOBRI EM 2011 MES DE AGOSTO E OPREI NO MES DE OUTUBRO DE 2011 FOI TIDADO TODO O INTESTINO GROSSO, COLO DO INTESTINO, UMA BOA PARTE DO INTESTINO DELGADO…APOS OPERAÇÃO TEM QUE TOMAR MUITO CUIDADO PARA NÃO PEGAR PNEUMONIA …PQ EU PEGUEI E A OPERAÇÃO ABRIU 3 VEZES E FIQUEI EM UM ESTADO MUITO GRAVE EM COMA POR 3 MESES E POR FAVOR NÃO SIGA NADA QUE AS PESSOAS TE FALAM SOBRE TUDO A DOENÇA AGE DE FORMA DIFERENTE EM TODOS NOS NA PARTE DE ALIMENTAÇÃO ENFIM SEMPRE SE INFORME COM SEU MEDICO…DEUS ABENÇOE TODOS VCS…

  • Arianne

    Oi, meu pai ha 10 anos teve uma crise muito forte, com dores na barriga, emagreceu muito ,fizeram muitos exames e não chegaram a lugar algum, ele ficou enternado por uma semana mas depois de um mês ele ha estava comendo normal voltou a engorda,tudo voltou au normal, dês de Outubro do ano passado começou tudo novamente desta vez estudei muito sobre esta tal doença de Crown, levei ele para gastrologitas ,fizeram exames diversos e foi realmente descoberto a doença de Crown . Ele pesava 85 quilos , hoje está pesando 48 quilos ele não sente vontade de comer,as vezes quando come vomita muito , gostaria de saber se alguém tb ficou assim ele está muito fraco, muito cansado , ele começou tomando mesacol mas o organismo não aceitou , foi trocado por azitriopina tb o organismo não aceitou, agora ele está tomando pentasa sachê 2g duas vezes por dia , as dores aliviaram mas ele não come , está sendo tratado agora na capital do meu estado Pernambuco, pois na minha cidade Pesqueira o médico disse que não pode mas fazer nada por ele aqui.espero uma resposta de alguém que passou por isso ou alguém da família eu ja estava ficando desesperada quando achei este Blog que está ajudando muito.