Papo Aberto

Nesta categoria você encontrá a minha visão de mundo, porém não relacionada diretamente às doenças inflamatórias intestinais.

Aqui você encontrará um diário com as peripécias cotidianas de um portador de doença de Crohn, enfim um papo aberto sobre os mais variados assuntos e um pouco da minha vida.

Você entenderá o que eu faço para controlar a doença de Crohn, o que funcionou comigo e o que não funcionou. Quais remédios eu tomo? Quais exercícios eu faço? Eu tenho uma vida normal?

Todas as perguntas são respondidas em um canal aberto e o seu comentário é fundamental.

ABCD lança pesquisa para entender a jornada do pacientes com DII

ABCD lança pesquisa para entender a jornada do pacientes com DII

4 minutos Pesquisa inédita contribuirá para a coleta de dados sobre as doenças inflamatórias intestinais no Brasil Pesquisa inédita no Brasil busca entender os obstáculos enfrentados por pessoas que sofrem de doenças inflamatórias intestinais (DII). Intitulada “Jornada do Paciente com DII”, a pesquisa estudará o impacto de doenças como colite ulcerativa ou Doença de Crohn na vida dos brasileiros. Com dados concretos em mãos, será possível reinvindicar melhorias no diagnóstico e tratamento de DII. Atualmente, há pouquíssimos dados disponíveis sobre estas condições no país. Continue lendo

 
Médicos não acreditam em paciente e ela… morre!

Médicos não acreditam em paciente e ela… morre!

1 minuto Parece até piada. Eu já contei aqui blog que uma das médicas com quem eu me consultei alegou que o nome da minha doença é “frescura”. Apesar do absurdo, parece que é mais comum do que se imagina. Michelle Ashby, 43 anos, morreu após complicações decorrentes da doença de Crohn depois de ir ao hospital mais de 50 vezes e os médicos insistirem que as dores dela eram fruto de sua imaginação. A morte aconteceu em janeiro de 2015, mas foi noticiada esta Continue lendo

 
MUITO OBRIGADO! ANIVERSÁRIO DE 4 ANOS DO BLOG!

MUITO OBRIGADO! ANIVERSÁRIO DE 4 ANOS DO BLOG!

menos de 1 minuto Fim de ano é minha época favorita. Normalmente é a época em que eu tiro algumas das minhas ideias do papel e inicio novos projetos. Há 4 anos eu finalmente tirei do papel o projeto deste blog. O Ai, minha barriga faz aniversário hoje e eu gostaria muito de agradecer a você, meu caro leitor! 🙂 Espero continuar ajudando cada vez um de vocês. Então… muito obrigado!    

 
RESPOSTA DE UM PORTADOR DE DOENÇA DE CROHN À “EUTANÁSIA”

RESPOSTA DE UM PORTADOR DE DOENÇA DE CROHN À “EUTANÁSIA”

4 minutos Dia 06/08/2015 foi veiculado na impressa (links aqui e aqui) uma notícia acerca de uma mãe de Minas Gerais que assassinou brutalmente o filho, portador de doença de Crohn, afirmando eutanásia, ou seja, a tentativa de aliviar o sofrimento do filho. Demorei pra pensar em como escrever este comentário, mas tomei a decisão porque acho extremamente importante explicar para a população geral o que é a tal doença que o rapaz tinha e qual a minha opinião sobre o caso. Com que autoridade Continue lendo

 
I ENCONTRO NACIONAL DE PORTADORES DE DII

I ENCONTRO NACIONAL DE PORTADORES DE DII

1 minuto No último dia 01 de agosto de 2015 foi promovido pela Associação Mineira dos Portadores de Doenças Inflamatórias Intestinais (AMDII), na Casa do Saber em São Paulo, o I Encontro Nacional de Portadores de DII. O evento teve apoio da abbvie. Fiquei muito feliz por ter sido convidado a participar e a realizar uma pequena palestra com intuito de contar minha história para outros portadores e médicos. Durante o encontro, realizado de 9h às 17h, foram debatidas soluções, alternativas e perspectivas para os portadores das Continue lendo

 
Ai, minha Barriga! Três anos de blog

Ai, minha Barriga! Três anos de blog

menos de 1 minuto Olá pessoal! Hoje o blog faz três anos! T-R-Ê-S anos!!!! Sensacional, né? Não vou ficar comentando de um monte de números (visitas, page views etc.) como eu fiz nos posts anteriores (aqui e aqui) porque são apenas números. Todos eles aumentaram (que bom!), mas o maior importante é que estou a cada novo dia, a cada novo mês e a cada novo ano trazendo mais informações para mais e mais pessoas. Estou conseguindo ajudar de alguma forma cada vez mais portadores Continue lendo

 
Por onde andei? Pra onde vou? E agora?

Por onde andei? Pra onde vou? E agora?

2 minutos Faz alguns meses que eu não escrevo no blog, não é mesmo? O que será que aconteceu? Por onde andei? Bem… como todos sabem, em 2013 passei por uma reviravolta gigantesca em minha vida. Fiz minha primeira cirurgia. Retirei parte do intestino e depois disso fiquei bem. Mas não acabou aí… 20 dias após eu ter me submetido à cirurgia, comecei em um novo emprego. Cerca de dois meses depois, mudei-me e fui morar sozinho. Seis meses depois, em janeiro de 2014, Continue lendo

 
Minha entrevista ao "Crohn & Colite Ulcerativa"

Minha entrevista ao "Crohn & Colite Ulcerativa"

menos de 1 minuto Olá leitores! Esta semana fiquei muito feliz com a minha entrevista/participação na sessão “conte sua história” do site Crohn & Colite Ulcerativa. Gostei muito da repercussão que minha história gerou e fiquei muito feliz com os diversos comentários nas redes sociais, por e-mail, telefone e pessoalmente. 🙂 Você também pode ler a entrevista clicando aqui. Comente o que achou, ok? Um abraço.  

 
O problema do movimento antivacina

O problema do movimento antivacina

2 minutos A BBC Brasil publicou uma matéria interessantíssima sobre o movimento antivacina no Brasil. Depois de lê-la, precisei concordar com o André do ótimo site Ceticismo.net em seu também excelente artigo Os males do movimento anti-vacina. Neste, André alega que “o problema do Brasil é importar o pior das outras culturas.” De acordo com a BBC Brasil, o movimento antivacina já entrou no radar do governo, após uma pesquisa encomendada pelo ministério do da saúde ter detectado que a média de vacinação no Brasil Continue lendo

 
A Teoria da Dor

A Teoria da Dor

6 minutos Um momento de descontração agora blog. Encontrei o texto abaixo na internet e gostaria de compartilhá-lo com vocês. Trata-se de uma crônica escrita pela pedagoga Marisa Bueloni. Gostei muito do texto, pois quando comecei a sentir os primentos sintomas da doença de Crohn, muitos não me levavam a sério. Professores, pai, familiares, amigos… todos achavam que eu estava brincando ou “fazendo corpo mole” para não ir às aulas da faculdade ou para não trabalhar.