Notícias

Inovação de empresa portuguesa pode tratar Doença de Crohn

Inovação de empresa portuguesa pode tratar Doença de Crohn

2 minutos David Malta, jovem de 27 anos doutorado pelo MIT (Massachusetts Institute of Tecnology) afirma “Não existe nenhum produto no mercado que faça o mesmo que o nosso”. O jovem doutor é também empreendedor e está a frente da empresa Cell2b, junto com mais três amigos. A Cell2b desenvolveu um fármaco para tratar doentes que apresentam sinais de rejeição após transplantes de medula óssea e os promotores do projeto querem expandir a área de atuação do produto. Na mira, encontra-se o tratamento de Continue lendo

 
Esperança para pacientes de Crohn: transplantes de medula?

Esperança para pacientes de Crohn: transplantes de medula?

3 minutos Uma reportagem publicada pelo jornal americano The Seattle Times no dia 23 de julho de 2012 intitulado “New hope for Crohn’s patients: immune-system transplants?” (Nova esperança para paciente de Crohn: transplantes de sistema imunológico?) a repórter Carol M. Ostrom comenta sobre a obtenção da aprovação para os pesquisadores do Fred Hutchinson Cancer Research Center darem início a ensaios e testes para verificar se um transplante de medula óssea de um doador saudável pode curar pacientes com doença de Crohn grave. O ensaio clínico Continue lendo

 
O ator Ken Baumann vive com Doença de Crohn

O ator Ken Baumann vive com Doença de Crohn

1 minuto Ken Baumann, estrela do seriado “The Secret Life of An American Teenager” disse ao programa HLN’s Dr. Drew que se submeteu a uma cirurgia por conta da Doença de Crohn. A inflamação de Baumann era tão grave que ele teve que passar por uma cirurgia e teve parte de seu intestino delgado e o fim de seu cólon removidos. Após um mês de reabilitação, ele estava de volta ao trabalho. Quando questionado pelo Dr. Drew o motivo pelo qual ele decidiu ir à Continue lendo

 
Vídeo: O que é doença de Crohn?

Vídeo: O que é doença de Crohn?

1 minuto A Doença de Crohn é uma doença crônica e imprevisível. Ela pertence ao grupo das Doenças Inflamatórias Intestinais (DII) e provoca lesões que agridem a parede do intestino. Atualmente, a doença não possui cura. Apesar de ainda existir preconceito por falta de conhecimento, a doença não é contagiosa e se o paciente seguir o tratamento é possível levar uma vida normal e ativa. As lesões provenientes da inflamação agridem comumente a porção final do intestino delgado e o início do intestino grosso, Continue lendo