Por onde andei? Pra onde vou? E agora?

Tempo de leitura: 2 minutos

Faz alguns meses que eu não escrevo no blog, não é mesmo? O que será que aconteceu? Por onde andei?

Bem… como todos sabem, em 2013 passei por uma reviravolta gigantesca em minha vida. Fiz minha primeira cirurgia. Retirei parte do intestino e depois disso fiquei bem.

Mas não acabou aí… 20 dias após eu ter me submetido à cirurgia, comecei em um novo emprego. Cerca de dois meses depois, mudei-me e fui morar sozinho. Seis meses depois, em janeiro de 2014, iniciei o meu tão aguardado mestrado em finanças.

Acho que vocês entenderam que minha vida deu um nó, virou de cabeça para baixo entre 2013 e 2014.

Pois bem… vamos então tentar entender o que vai acontecer daqui pra frente, mas não sem antes olharmos para trás.

Por onde andei?

Quando iniciei o blog, há alguns anos, estava tentando criar um diário, uma forma de mostrar aos outros portadores de doença de Crohn e colite ulcerativa, que é possível viver normalmente e, principalmente, ser feliz com a doença.

O problema é que o tempo foi passando e eu fui percebendo a falta um blog/site em língua portuguesa, que contasse notícias ou explicasse de fato o que é a doença, como funcionam os tratamentos etc. Eu tentei, com um certo sucesso, preencher essa lacuna da internet brasileira. Porém, dessa forma o blog deixou de ser autoral e passou a ser um repositório de notícias e artigos traduzidos, fugindo da minha intenção original.

Pra onde vou?

O blog continuará aqui e será atualizado com mais frequência – assim eu espero que seja, mas terá um toque bem mais autoral. Isso quer dizer que poderão existir posts sobre minha viagens, meus treinos, minha vida pessoal, meus hobbies, enfim. Qualquer coisa que sirva para mostrar aos portadores de doenças inflamatórias intestinais que eu não sou um E.T. e que é perfeitamente possível seguir uma vida normal mesmo sendo doente.

O novo blog terá um novo visual e uma seção “coisas pra fazer antes de morrer” com a minha lista pessoal de coisas, afinal, a doença me mostrou que a vida é curta e só vale a pena ser vivida se for plenamente.

E agora?

Mas não é só isso, claro! Com intuito de preencher a lacuna de notícias em português, artigos traduzidos etc., vou criar um outro site, voltado apenas para portadores, familiares e interessados nas DIIs. Esse site já está a caminho e assim que estiver funcionando (eu espero que até janeiro/2015) eu aviso vocês.

Estamos combinados?

Deixe seu comentário logo abaixo ou me envie um recado na seção contato.