Atividade física reduz sintomas do Crohn

Tempo de leitura: 4 minutos

Exercícios reduzem sintomas do CrohnEm artigo escrito por Katherine Lee do portal Everyday Health e revisado pela Dra. Lindsey Marcellin intitulado While Crohn’s disease might force you to make some changes to your workout routine, you should still exercise. In fact, some Crohn’s symptoms may even be improved with physical activity demonstra a importância das atividades físicas para paciente de Doença de Crohn. Em tradução livre, o artigo tem como título “Enquanto a Doença de Crohn pode te forçar a fazer mudanças nas suas rotinas de exercícios, você deveria continuar se exercitando. Na verdade, alguns sintomas de Crohn podem melhorar com atividade física”.

O artigo afirma que os exercícios beneficiam a todos e pessoas que possuem condições de doenças crônicas – como a D. de Crohn – não são exceção. Enquanto outrora se pensou que os exercícios poderiam piorar os sintomas da doença, como diarreia, dores abdominais e sangramentos retais, estudos tem mostrado que não é o caso. Na verdade, pesquisas tem mostrado que exercícios leves podem beneficiar os pacientes de Doença de Crohn.

Uma modo importante de o exercício ajudar pessoas com D. de Crohn é melhorando a saúde como um todo. “Um corpo saudável ajuda a controlar a doença“, diz o Dr. R. Balfour Sartor, consultor médico chefe da Crohn’s and Colitis Foundation of America (CCFA) e professor na University of North Carolina – Chapel Hill. O professor ainda completa: “Nutrição adequada e exercícios são importantes para uma boa saúde. Estou convencido que as pessoas vivem melhor com a doença quando estão em forma“.

Em estudo canadense, pesquisadores concluíram que caminhar por ao menos 30 minutos três vezes na semana aumenta o bem-estar e a qualidade de vida em pessoas que sofrem de Doença de Crohn.

Existem também vários benefícios a longo prazo nos exercícios para doentes de Crohn, incluindo recuperação de cirurgias de forma mais rápida, reconstrução dos músculos enfraquecidos e para a prevenção de perda de proteínas e cálcio dos ossos. “Após a cirurgia, o exercício pode aumentar a resistência, prevenir coágulos sanguíneos, aumentar a flexibilidade e fortalecer os músculos“, diz o Dr. Sartor. O exercício também pode estimular as endorfinas (hormônio do prazer). Isso pode ajudá-lo a controlar o estresse – que costuma ser um gatilho comum para crises da doença – bem como evitar sentimentos de depressão.

Geralmente, exercícios de baixo impacto como caminhadas e natação são boas opções para os doentes de Crohn. Particularmente, se você tem artrite – que afeta cerca de 25% dos pacientes com Crohn ou Colite Ulcerativa. O Dr. Sartor afirma que “pacientes com anemia ou artrite não podem correr. Para eles, natação, ciclismo ou caminhadas são menos traumáticos para as articulações“. Se você possui sintomas perianais, algumas atividades podem ser desconfortáveis, como ciclismo ou equitação. Nesse caso, a natação ou outras atividades aeróbicas de baixo impacto são as melhores opções.

Você também pode tentar a musculação, pois pode ser bom para reconstruir músculos enfraquecidos pela doença e medicamentos.

Antes de iniciar qualquer tipo de rotina de exercício, é necessário procurar o seu médico para as devidas recomendações. Você também poderá tentar começar com treinos leves e ver quais os exercícios fazem você se sentir bem antes de partir para atividades mais intensas.

Algumas dicas:

Saiba quando evitar o exercício e diminuir a intensidade: Segundo o Dr. Sartor, “você deve combinar a intensidade da sua atividade com o da sua doença e ver como você se sente. Ouça seu corpo”. Se você teve uma crise ou esteve recentemente internado em um hospital, considere que sua rotina será interrompida e saiba que você voltará assim que se sentir melhor. O Dr. Sartor alerta ainda que “após uma cirurgia abdominal, você estará propenso a ter hérnia”.

Modifique seus treinos conforme necessário: esforço aeróbico excessivo ou levantamento de pesos extenuantes podem levar à diarreia, cólicas ou náuseas. Se você estiver experimentando sintomas de Crohn após o exercício, converse com seu médico e seu treinador sobre a mudança de sua rotina de exercícios.

Beba muita água: Hidratação é ainda mais importante para paciente de Crohn com tendência à diarreia ou ostomizados.

Evite grandes refeições por ao menos três horas antes de seu treino: Ao invés disso, tente comer pequenas refeições durante o dia para se certificar de ingerir a quantidade de nutrientes que você necessita.

Tomando algumas precauções e tendo a autorização da sua equipe médica, você pode adicionar os exercícios físicos em seu estilo de vida e ajudar a melhorar seus sintomas.

 
  • tereza

    Queria poder diminuir o inchaço do abdômen da chons. Posso fazer algumaabdominal?

  • Thiago Jose Streck Del Grande

    Não creio que exercícios abdominais irão diminuir o inchaço. Pra saber se você pode ou não fazer exercícios você precisa conversar com seu médico, só ele pode liberar, ok?

    Quanto ao inchaço, já tentou uma dieta restringindo glúten e lactose?

    Pode ser também devido ao uso de corticoides…

  • slack

    Thiago como voce faz para se alimentar para ganhar massa muscular? Tenho SII e doença de Crohn e o nutricionista disse para comer por exemplo ao almoço sopa + prato de carne ou peixe com algum hidrato de carbono + fruta. No final desta refeição fico sempre bastante cheio e no final de 2 dias a comer assim fico com diarreia e volta a ter uma semana inteira de problemas.

    Gostava de repor todos os nutrientes mas com refeições assim não consigo e depois prejudico a musculação.

    Abraço

    • Thiago Jose Streck Del Grande

      Oi, tudo bem?
      No momento eu não tenho restrições alimentares, então como de tudo. Já viu o suplemento da Nestlé chamado Modulen? Talvez te ajude.
      Saúde pra nós!

  • Fabio

    Gostei muito .