O uso do CLA no tratamento de Crohn

Tempo de leitura: 1 minuto

A equipe de pesquisa do Laboratório de Imunologia Nutricional e Medicina Molecular (NIMML) da Virginia Tech fez uma importante descoberta sobre a eficácia do uso de Ácido Linoléico Conjugado (CLA, na sigla em inglês) para o tratamento de doença de Crohn. O CLA é naturalmente encontrado em carnes e laticínios e conhecido por suas propriedades anti-câncer.

Em colaboração com a Divisão de Gastroenterologia e Hepatologia da Escola de Medicina da Universidade da Carolina do Norte o centro médico Wake Forest, pesquisadores encontraram que pacientes com Doença de Crohn que fizeram uso do CLA obtiveram notável melhora.

“Em nosso recente estudo do CLA como suplemento em indivíduos com Doença de Crohn leve à moderada, observou-se uma notável melhora na atividade da doença e na qualidade de vida em 50% dos indivíduos. O CLA foi bem tolerado por todos os indivíduos estudados. Esses resultados são bastante encorajadores, mas terão que ser testados em um estudo controlado”, disse o Dr. Kim L. Isaacs, professor de Gastroenterologia na Universidade da Carolina do Norte.

Para nós, brasileiros, o grande problema é que a Anvisa no dia 29/03/2007 publicou a resolução RE nº 833 que determina a apreensão de todos os lotes do produto Ácido Linoléico Conjugado (CLA). Portanto, o CLA está proibido em terras brasileiras. No entanto, é facilmente encontrando no eBay e no iHerb.

Fonte: Researchers discover novel therapy for Crohn’s disease

 
  • Anna Luiza

    Tem como saber quais são os critérios que a ANVISA usa pra proibir certos produtos no Brasil? Não tem muito sentido ser liberado em todos os lugares, exceto o Brasil…